domingo, 7 de novembro de 2010

SE É DOCE O FAVO DA JATAÍ, QUERIDO



Esse soneto foi selecionado no IV Festival de Sonetos "Chave de ouro", cuja antologia tem sua capa exposta acima. Segue o texto.

Se é doce o favo da jataí, querido

Se é doce o favo da jataí, querido,
Mais doces são teus lábios que eu beijei,
E mais belos são teus olhos que eu fitei,
Com os quais encadeei-me pelo brilho.

Se macio é o pêssego recém-colhido,
Ainda mais e a tua pele em que toquei.
E as curvas nas quais eu me encontrei
Mais belas são que as de Davi esculpido.

Maçãs mais lindas só as de teu rosto
Que nem pintar soube nenhum artista
Por mais que Deus lhe desse inspiração.

É este todo teu que dá-me gosto,
É ter-te ao lado meu que dá-me vista
De que tudo isso me habita o coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário